ॐ Boas Vindas!

ॐ  Boas Vindas!

ॐ Eu Sou

ॐ Eu Sou

ॐ Luz do Reiki ॐ

ॐ Luz do Reiki ॐ

ॐ Seguidores

ॐ Símbolos

ॐ Símbolos

ॐ União e Vibração

Fiquem à vontade neste meu espaço consciencial, criado com muito amor e carinho. Somos reikianos e esperamos partilhar esta Energia Universal, com Paz, com Luz, com a imensa dádiva de Amor.

ॐ A Pureza

ॐ  A Pureza

ॐ Marcadores

ॐ Mestres Reiki

Energia de Excelência, de uma luz grandiosa que veio ensinar a cura através do REIKI

ॐ Mikao Usui

ॐ Mikao Usui

ॐ Chujiro Hayashi

ॐ Chujiro Hayashi

ॐ Mestra Takata

ॐ Mestra Takata

ॐ Deixe seu recado

ॐ Vibração

Que a luz primorosa do Reiki envolva seu coração e mente. Saudações Reikianas.

ॐ Muito Feliz!

Widget by SemNome

O REIKE, ARMA OCULTA DOS JESUÍTAS

Postado por Nô Reikiana sábado, 5 de julho de 2014 0 comentários

 Centro de Pesquisas da Ordem Mundial (C.R.O.M.)

 



O Reike, arma oculta dos Jesuítas
Como o Japão foi conquistado...

Autor: Sébastien Vaas

O Reiki faz parte dessas técnicas de cura da “Nova Era” que parecem ter saído do nada e que ninguém realmente compreende o funcionamento. A maior parte desses sistemas de terapia cai rapidamente em desuso ou se concentra nas mãos de um pequeno grupo de curadores que, tendo investido a sua fé e o seu dinheiro, não querem mais largar.
Mas não o Reiki: 30 anos após a sua introdução no ocidente, cinco milhões de pessoas teriam praticado, sendo 100.000 apenas na França. Nós não vamos aqui discutir o fato de que ele possa produzir "milagres", mas nós iremos mostrar que se trata realmente de uma técnica parecida com a magia negra estabelecida pelos jesuítas iniciados com um objetivo específico.
Para isso, nós teremos que voltar à história do Japão e seguir a "trilha dos jesuítas" através de um conhecimento profundo das suas técnicas de manipulação. Então, irá se desenhar talvez, em meio a milhares de mitos e lendas que cercam o Reiki, o verdadeiro rosto do seu fundador: Mikao Usui.


A história começa em 15 de agosto de 1549, quando o Padre Francisco Xavier desembarca no Japão. Ele poderia ter atracado mais cedo, mas ele queria esperar por esse dia que marca não somente a festa da Ascensão da Virgem Maria, mas também, e sobretudo, o dia do aniversário da fundação da Companhia de Jesus, por Inácio de Loyola e seus seis companheiros (veremos que esta data "sagrada" é central em toda a história do Japão).
Sem demora, o "bom pai" começa o seu trabalho missionário, que também é um trabalho de infiltração gradativa nesta nova cultura, com os seus olhos atentos. Com a experiência já adquirida na Índia, ele rapidamente acessa o poder para garantir a proteção do senhor da província de Nagasaki, onde estabelece sua fortaleza cristã.
As coisas vão muito bem no início até que, cansado das travessuras jesuíticas e um tanto enganado pela fachada humanista-cristã por trás da qual eles se escondem, o Imperador do Japão ordenou a expulsão dos Jesuítas da ilha, depois finalmente a proibição do culto cristão. A história nos diz que muitos sacerdotes morreram como mártires. O Japão se fecha completamente às influências estrangeiras. Estamos em 1628.
Em meados do século XIX, o cristianismo ainda estava proibido. Em contraste, os Cristãos de nacionalidade holandesa são aceitos, mas apenas para fins humanitários, sem fazer proselitismo. É precisamente sob esta cobertura que desembarca, em 1859, um tal Guido Verbeck. E ele vai desembarcar em Nagasaki, precisamente no local de onde os Jesuítas tiveram que se retirar.
Verbeck não era oficialmente um Jesuíta, mas tinha todas as características. Como qualquer Jesuíta, ele passou inicialmente por longos estudos de engenharia antes de finalmente entrar em um seminário em Auburn, no Estado de Nova Iorque. Ele tinha aparecido como pastor, protestante. É óbvio que, se tivesse se apresentado como um Jesuíta, os japoneses - que conhecem bem a história do seu país - teriam suspeitado e não teriam lhe dado posições importantes que vai possuir.
Em 1863, Verbeck começa a lecionar na Escola de Estudos Ocidentais, sempre em Nagasaki. Ele não prega a Bíblia lá - ainda proibida -, mas ele estuda com os seus alunos (alguns dos quais assumem posições importantes no governo) os Direitos Humanos e da Constituição dos EUA. Ele também publica o primeiro dicionário inglês-japonês, o que é sempre uma prioridade para os Jesuítas quando eles se infiltram em uma cultura.
Em 15 de agosto (!) deste ano, os ingleses atacam o Japão depois de uma história de ofensa envolvendo os samurais. Eles bombardeiam Kagoshima, precisamente ali onde Francisco Xavier desembarcou três séculos antes. Na sequência desta guerra-relâmpago, o Japão foi obrigado a pagar uma indenização pesada. Apesar deste incidente, o Japão e a Inglaterra se aproximaram, e é a Inglaterra que irá apoiar o Imperador quando ele entrar em uma guerra civil com os samurais, a nobreza do país. (Esta é a Guerra de Boshin, narrada no filme O Último Samurai).



UMA MARIONETE DOS JESUÍTAS 


Estamos em 1868. O Imperador Meiji sobe ao trono. Ele tinha apenas 15 anos. É ele que será responsável por todas as reformas que irão abrir o Japão para o ocidente. Paralelamente a esta liberalização, ele também vai impor um sistema de características retrógradas em torno da sua pessoa, comumente chamado de ‘Shintô de Estado’. Veremos que esta contradição entre a modernidade e o arcaísmo faz sentido quando conhecemos a estratégia dos Jesuítas.
Guido Verbeck irá desempenhar um papel importante no novo governo. Ele lecionou na Universidade Imperial de Tóquio, a cidade para onde o Imperador será deslocado a fim de romper com os seus ex-assessores. Ficamos sabendo que nesta universidade, o futuro primeiro-ministro do Japão vai passar nas mãos de Verbeck, continuando uma velha tradição jesuítica de "formação" das elites políticas.
Um ano depois, em 15 de agosto (coincidência?), seis novos ministérios são instaurados, incluindo o Ministério da Educação - onde Verbeck vai desempenhar esse papel que consideramos, ainda hoje, como o "pai do sistema de educação japonês"- e a Secretaria das Religiões, que irá organizar o famoso “Shintô de Estado”.
É importante entender o que é este Shintô de Estado. O Xintoísmo original é quase no Japão o que o Hinduísmo é na Índia. É um sistema de crença muito aberto, mas essencialmente orientado em torno do culto aos antepassados ​​e a lugares sagrados. Alguns falaram sobre Xamanismo, mas é um Xamanismo natural, totalmente integrado à consciência mística dos japoneses.
O Shintô de Estado, imposto neste período, é um sistema muito mais rígido, administrativo, fechado. Ele vai principalmente permitir lançar uma inquisição contra todas as práticas cultuais do Japão, sob o pretexto de verificar se elas incorporam bem um culto ao Imperador. Esta será uma ferramenta ideal para permitir aos criptojesuítas (jesuítas disfarçados) identificarem e assumirem o controle de vários movimentos religiosos, o que eles já tinham feito na França, sob o pretexto de caça aos hereges.
Há outra coisa que eles já tinham experimentado na França: a instauração de um culto em torno do Rei - neste caso, Luís XIV, a quem chamavam de "Rei Sol" - a fim de isolá-lo e de torná-lo mais suscetível às sugestões dos seus "conselheiros". O Imperador Meiji também será isolado e, em poucos anos, a antiga nobreza dos samurais será esmagada até desaparecer completamente.
Por outro lado, a proibição do cristianismo será suspensa em 1873. Depois de 14 anos de trabalho minado, Verbeck está finalmente livre para evangelizar. Mas o seu papel terminou, pois as suas origens ocidentais não lhe permitem assumir um papel importante na sociedade japonesa ainda mais voltada para as suas tradições.



A TRILHA DOS JESUÍTAS CONTINUA…


O próximo papel será desempenhado por um japonês que, logo após a chegada de Verbeck no Japão, vai deixar o Japão para ir se formar no ocidente, especialmente nos Estados Unidos onde ele frequentou as universidades de maior prestígio. Convertido ao cristianismo, ele assume o nome que lhe dá o rico armador que o introduziu no ocidente: Joseph Hardy Neesima.
Um ano depois da reabertura do Japão ao cristianismo - as coisas caem bem - Neesima, que se tornou padre durante esse tempo, conseguiu convencer um comitê americano para fundar uma escola cristã no Japão. Esta escola irá se tornar a prestigiada Universidade de Doshisha, ainda hoje muito reputada. (Alguns anos antes, ele teria acompanhado o ministro japonês da Educação - como aconselhado por Verbeck - em uma turnê pela Europa).
Qual é a relação entre todas essas intrigas e Mikao Usui, o fundador do Reiki? Bem, isso é muito simples: as primeiras histórias do mítico fundador contam que ele era um professor - ou mesmo diretor? - da universidade cristã de Doshisha. E teria mesmo sido, de acordo com uma extensa pesquisa de Pascal Treffainguy, um membro da Ordem dos Jesuítas. Não é maravilhoso encontrar um verdadeiro Jesuíta depois de todos esses anos em que eles pareciam agir como uma mão invisível?
Usui tem tudo de Jesuíta. No que diz respeito à ciência, ele é extremamente talentoso, tão apaixonado pela mecânica que ele começou a chorar quando viu um motor pela primeira vez. Ele estuda astrologia e até mesmo se torna o ponta de lança da introdução da medicina ocidental (alopática) no Japão, o que deveria levar a refletir os adeptos do Reiki que veem no médico um defensor fervoroso das medicinas naturais.
Ao mesmo tempo, a sua natureza mística o leva a se converter ao cristianismo com a idade de 16 anos. Podemos imaginar que a partir daquele momento, ele será levado firmemente pelos padres que o educam...
A lenda conta que uma vez, muito entristecido por não ter sido capaz de explicar aos seus alunos como Jesus curava com as mãos, ele teria partido ao redor do mundo em busca da resposta (inclusive no Tibete, de onde ele vai trazer um texto conhecido como o Tantra da Luz Clara).
Usui foi efetivamente muito cosmopolita e versátil. Encontramos ele como assessor do governo de Taiwan, jornalista, empresário, nada da imagem de "monge recluso" que por vezes lhe atribuem, enquanto que, por outro lado, é a do padre jesuíta que foi treinado para se infiltrar em qualquer meio de comunicação.
Finalmente, foi entre 1914 e 1920 - sempre de acordo com várias lendas recitadas em estágios de Reiki - que ele recebeu a iluminação depois de meditar durante 21 dias no topo de uma montanha sagrada do Japão. Ele teria então visto uma grande forma branca descer sobre ele, os símbolos do Reiki teriam aparecido diante dos seus olhos e, desde então, ele teria tido o dom de curar milagrosamente as pessoas, e até mesmo de transmitir esse poder.



A ENERGIA DOS FANTASMAS


Vamos nos deter um pouco sobre esta lenda. Percebemos que é a partir deste ponto que os caminhos divergem: há aqueles que querem acreditar na possibilidade de um milagre, e aqueles que pensam que tudo isso é apenas superstição e charlatanismo. Entre as duas posições, um enorme abismo.
É como se a nossa educação nos tivesse treinado para reagir aos fenômenos ocultos, ou fugindo deles, ou querendo desesperadamente acreditar nisso. Mas o mundo invisível obedece a leis muito reais como a lei da gravidade, e se os jesuítas foram capazes de ter tal poder sobre o mundo, isso não foi só pela astúcia, mas pelo seu controle total das forças invisíveis.
A primeira regra sobre esses mundos (como no mundo manifestado) é que nada é gratuito. Mais especificamente: qualquer energia vem de algum lugar. Podemos então perguntar de onde procede a nuvem branca que Usui teria visto antes de receber os seus dons?
Nós temos uma primeira resposta na própria etimologia de Reiki. É claro que Ki significa "energia" (Chi em chinês), os ocidentais geralmente traduzem Rei por "espírito", considerando assim que Reiki significa "energia espiritual". Mas, na realidade, esta palavra Rei, "espírito", remete não às nossas faculdades espirituais, mas ao que é comumente chamado de fantasmas: os espíritos!
Seria então a energia dos mortos que estaria sendo utilizada para realizar os milagres do Reiki. Isso vai chocar alguns e deixar outros marmorizados, pensando que é uma coisa nobre se, por esse viés, os mortos puderem ajudar os vivos. Mas como almas desencarnadas, ainda errantes sobre a Terra, poderiam ser de alguma ajuda para os vivos?
Isso é o que deveriam se perguntar os amantes do espiritismo e de canalizações que sempre esperam encontrar as respostas para as suas questões existenciais ao se comunicarem com o além, enquanto que este além, este mundo dos mortos, vive apenas no passado e não pode, de modo algum, nos orientar positivamente para o futuro. Submeter-se ali significa correr o risco de uma grande confusão e de uma paralisia que são, no fundo, apenas os sinais de vampirismo.
Na realidade, assim que se começa a beirar o além, chega-se rápido ao campo da necromancia e da magia negra. Muitos seguidores do Reiki tiveram mortos no seu ambiente pouco tempo antes ou depois que começarem a fazer as sessões. Hawayo Takata, que trouxe o Reiki para o ocidente, vivenciou a morte da sua irmã alguns meses antes de ser "inspirada" para ir ver Mikao Usui. Podemos então considerar que, se o Reiki "funciona" para alguns, é que há fantasmas em torno deles para "ajudar" ... mas a que preço? E quando ficamos sabendo do caso em que uma pessoa próxima morreu logo após uma sessão de Reiki, não podemos nos perguntar se não foi o próprio Reiki que provocou a morte a fim de resgatar mais uma alma para o seu sistema oculto?
Quando criança, todos nós lemos histórias onde um demônio, um gênio malvado, satisfaz os desejos assim que é firmado um pacto com ele. Mas quando nos tornamos adulto e uma amiga da "Nova Era" nos oferece uma técnica milagrosa de assistência, ficamos predispostos a acreditar nisso. Achamos mesmo que ali acreditando, nos tornamos um ser "espiritual", acima da média.



O DESVIO DO SHINTÔ


A visão clara do que é o além ajuda-nos a entender melhor o mecanismo por trás das curas "milagrosas". Mas isso não é o suficiente para entender o sucesso planetário do Reiki. Afinal, em todos os momentos, houve "hipnotizadores" que, pela sua sensibilidade, haviam estabelecido algum tipo de contato com o além.
O que é que o Reiki tem mais?
O sistema do Reiki é controlado pelos Jesuítas e esses campeões do ocultismo não são do tipo de fantasiar sobre os poderes imaginários, ou de lançar grandes campanhas para um produto que não funciona. Eles não estão aí para perder energia, mas para ganhar sempre mais. Para isso, eles rastreiam os reservatórios de energia - as egrégoras, etc. - e os colocam sob controle.
Quando Francisco Xavier desembarcou no Japão, ele sentiu que os séculos e os milênios de devoção e de adoração aos antepassados ​​tinham desenvolvido uma atmosfera naturalmente mística no interior do país. O Japão não era apenas uma ilha de pescadores, era uma catedral formidável no além, construída sobre uma energia extremamente refinada. Esta catedral de energia era, ao mesmo tempo, uma proteção que repelia aqueles que tinham vindo para a ilha por razões maléficas - como os Jesuítas.
Quando eles retornaram ao Japão dois séculos depois, eles fizeram isso com muito mais cautela. Nada de querer impor um dogma estrangeiro. Pelo contrário, eles se tornaram os campeões do culto Shintô: eles fizeram de tudo para cercar o Imperador, para adulá-lo e para organizar um gigantesco - e artificial - culto em torno da sua pessoa.
Dessa maneira, eles garantiram que grande parte da energia devocional fosse para o seu protegido. Tudo isso não requeria muito esforço por parte do povo japonês, pois em todos os tempos no Japão, houve um culto aos antepassados ​​e aos Imperadores.
Mas, desta vez, ao invés da devoção ao Imperador ser redirecionada para os deuses e os mundos superiores - como acontece naturalmente em uma sociedade tradicional - esta energia seria colocada sob o controle dos Jesuítas.
Que prova nós temos disso? Bem, o fato de que em 1912, quando o Imperador Meiji morreu, isso não aconteceu diante dos seus familiares, mas, segundo a lenda, nos braços de Usui - sim, de Mikao Usui, o fundador do Reiki!
Ora, somente alguns anos mais tarde é que Usui vai ter a sua iluminação na montanha, que o "grande fantasma branco" vai cair sobre ele e dar-lhe poderes extraordinários. Como não ver nesse fantasma a alma do imperador falecido, tão onerado que ele só podia dar uma força considerável para a pessoa que o recebesse - neste caso, um agente Jesuíta que se encontrava “como por acaso” ao seu lado até a sua morte.
Quando conhecemos a vivacidade dos Jesuítas e o seu intenso desejo de assumir o controle dos mundos invisíveis - quase tão forte como o desejo de outros grupos para assumir o controle do mundo material - ficamos apenas um pouco surpresos ao saber que eles conseguiram tomar o controle do Xintoísmo em meio século, atacando diretamente o chefe do sistema: o Imperador. No entanto, ainda podemos ser surpreendidos pelo fato de que eles não se contentam em colocar uma mão oculta no Japão, mas que eles utilizam, em seguida, esta vitória para conquistar o mundo inteiro - pelo Reiki!



O REIKE, NOVO BATISMO


De fato, quando olhamos para a história do Reiki, apenas podemos nos espantar com a rapidez com que ele deixou o Japão. Quando Takata, a terceira pessoa na linha de Mikao Usui, retornou ao Havaí em 1937, supõe-se que isso deixou para trás 2.000 seguidores. Mas depois da guerra, não restou ninguém.
Na década de 80, quando o Reiki explode nos Estados Unidos, muitos tentam voltar para as fontes japonesas, mas não encontram nada, exceto algumas portas fechadas. Por fim, o Reiki será importado de novo para o Japão em sua versão ocidentalizada, o que é o cúmulo!
Isso significa que, aos olhos dos Jesuítas, o Reiki não era destinado aos japoneses. Desde o início, é o mundo inteiro que deve ser conquistado. A força dos mortos do Japão foi usada simplesmente como poder de conquista.
O que também se explorou foi toda a aura misteriosa do Japão, com um passado tão complicado que podemos contar qualquer coisa aos ocidentais. Então, as lendas estão se multiplicando, assim como as transmissões "canalizadas" de Usui. Acabaríamos mesmo por dizer que Usui não era realmente cristão, mas budista, pois isso está mais na moda na Nova Era.
Resta, no entanto, uma base sólida para todos os seguidores: o memorial a Usui construído por seus alunos após a sua morte, em 1927 .... Exceto quando ficamos sabendo que os trabalhadores japoneses testemunharam que eles tinham construído em 1975!
Os Jesuítas, de qualquer modo, não costumam se preocupar com os detalhes. Eles sabem que as pessoas gostam de sonhar, por isso, em vez de quebrar a cabeça para criar uma história coerente, eles preferem lançar o máximo possível de histórias absurdas, aproveitando também - para se divertir - para ali enfiar algumas verdades sobre o seu empreendimento.
É interessante notar, por exemplo, que na legenda oficial do Reiki, o "despertar" de Mikao Usui começa com uma citação do Evangelho de Marcos, onde ele diz:
"Ide por todo o mundo, proclamai a Boa Nova. Aquele que crer e for batizado será salvo; aquele que não crer será condenado."
Mas o Reiki realmente se tornou o novo batismo da Nova Era. Um certificado de Mestre de Reiki abre de fato as portas para milhares de outras iniciações da "Nova Era", mas também, e especialmente, para os "Mestres da Sabedoria" que apareceram a partir dos níveis superiores. Ao acreditarmos no Reiki, estamos prontos para acreditar em qualquer coisa.
O cristianismo era ainda muito formal e dogmático para ser realmente universal, isso foi do que os Jesuítas se deram conta no Japão. Então eles viraram a força do Japão contra ele próprio, e a usaram para conquistar o mundo.
A onda Reiki faz realmente parte da onda 666, aquela que irá unir a humanidade embaixo. É como uma onda engolindo cada vez mais pessoas crédulas, marcando-as com sinais que as colocam sob controle, quase como no batismo da Igreja católica que, antigamente, servia essencialmente para tornar dócil, extinguindo o fogo do questionamento interno.
Quem, amanhã, vai ousar questionar os benefícios milagrosos do Reiki?



EPÍLOGO


Os Jesuítas gostam de se divertir com as lendas mitológicas (nas quais eles próprios não acreditam), mas quando se opõe ao seu plano, por outro lado, eles não dão mais risada.
Assim, quando os Illuminati - a ordem fundada pelo Jesuíta Adam Weishaupt - foram expulsos da Baviera, eles juram a destruição total da Alemanha: o que eles acabam obtendo, em 1945, depois de quase dois séculos de esforços. Dez milhões de alemães perecem por essa afronta.
E quando os Jesuítas foram expulsos do Japão, isso não foi o suficiente para eles ali retornarem dois séculos depois e colocarem o Imperador sob controle: eles precisavam de uma vingança total. É por isso que a segunda bomba atômica - bomba cuja utilidade militar e estratégica foram zero - ela cai em 09 de agosto de 1945 em Nagasaki, um antigo reduto dos Jesuítas de onde eles foram expulsos. Cento e cinquenta mil japoneses acabam pagando com suas vidas.
Seria ainda por acaso que o Japão se rendeu em 15 de agosto de 1945, e que esse dia é sempre celebrado no ocidente como o dia da vitória sobre o Japão?



LEMBRETE DOS EVENTOS NO JAPÃO QUE OCORRERAM EM 15 DE AGOSTO 
15 de agosto de 1549 - São Francisco Xavier desembarca às margens de Kagoshima, no Japão.
15 de agosto de 1863 - Bombardeio de Kagoshima. Os ingleses atacam o Japão depois de uma ofensa dos samurais.
15 de agosto de 1869 - O Imperador Meiji estabelece seis novos ministérios, dos quais um é dedicado à religião dita Shintô de Estado.
15 de agosto de 1945 - O Japão se rende depois de ter recebido duas bombas atômicas, sendo uma em 09 de agosto, em Nagasaki.
... e uma data menos conhecida, mas, no entanto, fundamental na história do Japão: 15 de agosto de 1865, o nascimento de Mikao Usui. Acaso ou coincidência? Ou um sinal de que, talvez, o mítico Usui jamais existiu, mas seria apenas uma construção jesuítica?

OUTROS EVENTOS COM FORTES CONCORDÂNCIAS JESUÍTICAS
15 de agosto de 1537 - A cidade de Assunção, no Paraguai, é fundada. É aí que os Jesuítas irão experimentar o seu sistema de reduções.
15 de agosto de 1947 - A Índia se torna “independente” (a Índia foi o primeiro país asiático onde os Jesuítas entraram).
15 de agosto de 1954 - Alfredo Stroessner começa a sua ditadura no Paraguai.
15 de agosto de 1960 - O Congo se torna “independente” (o Congo foi o primeiro país africano onde os Jesuítas entraram).
15 de agosto de 1963 - O presidente do Congo, Fulbert Youlou, é derrubado depois de três dias de manifestação na capital.
15 de agosto de 1965 - Os Beatles tocam para 60.000 fãs no Estádio Shea, em Nova Iorque, um acontecimento considerado como o início do “roque de estádio”.
15 de agosto de 1969 - O festival de Woodstock tem início. 
15 de agosto de 1971 - Richard Nixon anula a conversão do dólar em ouro, abrindo uma era totalmente nova para a economia mundial.
15 de agosto de 1977 - Um radiotelescópio, nos Estados Unidos, fazendo parte do projeto SETI, recebe um sinal de rádio estruturado procedente “dos confins do espaço”.


******

SHINTÔ - Religião nativa do Japão, de tipo xamânico, que venera os kami (forças da natureza ou “seres superiores”) cujos espíritos teriam o poder de morar temporariamente em objetos ou plantas. (Ver SHINTAI). O Shintô possui uma mitologia complexa, exposta em parte no Kojiki e no Nihon Shoki, mas não tem textos sagrados.
Em: O Japão, dicionário e civilização. Louis Frédéric, Editora Globo.

***

Texto publicado no site do Centro de Pesquisas da Ordem Mundial (C.R.O.M.):
03 de janeiro de 2010

***

Tradução: Zulma Peixinho
www.portaldosanjos.net


Este texto foi remetido por minha querida Mestre Ana Lígia,  a quem agradeço muito suas instruções amorosas.  
Sublimes abraços
Nô Reikiana

| edit post

MÃOS INSTRUMENTO DE CURA

Postado por Nô Reikiana segunda-feira, 30 de junho de 2014 0 comentários




  Desde os tempos imemoriais que as mãos são poderosos instrumentos de cura.  Pela imposição das mãos podemos promover a cura de alguma parte doente, e isto é processo  normal e natural. É um procedimento muito antigo e, em especial muito utilizado pelas mães, quando acontece algo com seu filhotinho, a primeira providência é colocar a mão e muitas vezes soprar o local ferido. 

  Todavia,  isto acontece com toda pessoa,   quando  sentimos uma dor,  a  primeira providencia  é  colocar  a  mão sobre  o  local dolorido  para  sentir-se   melhor.  Então,  permita-se  doar-lhe  energias benfeitoras,  inicialmente faça  uma inspiração e expiração  profunda, lenta e tranquila,  depois deixe vir a tona o estresse, medo, raiva ou dor,  depois de acalmar-se,  deixe o amor fluam do seu coração. 

 Pare,  e  simplesmente doe amor. Deixe o coração aberto para receber o amor que  está  entrando  em seu corpo. Seu corpo  sabe exatamente o que fazer com essa energia de cura e como usá-lo.  Perceba  a luz do amor, que vem do  seu coração... uma luz linda, linda...  Deixe  essa  percepção sutil de amor entre  em  seu coração, que fluem através de seus braços e mãos  para  inundá-lo. Essa  luz  permeia  todo  o  seu  ser  de compaixão, compreensão  e aplicação.   Olha  como  está  saudável  e  inteiro.  Suas  mãos  são poderosas. Você merece amor. Você merece estar em paz. Você merece se sentir seguro. Você merece cuidar de você. Permita-se receber. E assim é...

  Precisamos fazer algo mais que apenas tratar o sintoma. Precisamos eliminar  a  causa do mal e -  viver o  amor- precisamos penetrar dentro de nós mesmos, onde começou o processo da doença.


  Ser canal de energia de cura com muito amor é maravilhoso, o que  é  importante  é trabalhar em si mesmo para ser um  bom canal desta  energia  que  descem  do  céu,   assimilá-lo e doá-lo  à   pessoa  que  recebe  de   acordo  com  a  sabedoria  de  seu  corpo  para  amplificá-lo e direcioná-lo funcionando onde precisar para a sua mais alta eficiência e eficácia.

 A técnica vibracional Reiki equilibra e harmoniza não só pessoas, mas também os animais, que no convívio diário com os humanos absorvem as cargas energéticas densas que tanto lhes afetam, provocando doenças.
  Quando amamos incondicionalmente, sem as preferências de laços e distância, é Deus preenchendo amorosamente todo o nosso ser.
Saúde e longevidade!
Namastê

Nô Reikiana

| edit post

Um tratado sobre iniciações

Postado por Nô Reikiana segunda-feira, 19 de maio de 2014 0 comentários





Um tratado sobre iniciações

Uma colaboração de Ausonia Klein, mestra de Reiki 

 
O ser humano, em sua evolução, ampliou sua sensibilidade em relação aos segredos da Natureza. Alguns destacaram-se pelo grau de conhecimento conseguido através desta percepção, passando a transmiti-los a todos que manifestavam interesse em adquiri-los, sem discriminação. Assim, os conhecimentos adquiridos por alguns, foram utilizados de forma extremamente egoísta e em benefício próprio, utilizando a Sabedoria recebida, para tirar vantagens físicas e materiais. 

 
"O conhecimento gera o Poder. O conhecimento absoluto o Poder absoluto". Por estas razões,os Mestres limitaram os conhecimentos a serem proporcionados às pessoas em geral. O acesso aos Mistérios, tornou-se uma prática que deu início às chamadas Iniciações. As Iniciações como nos ensina Helena Blavatsky são cerimônias de Mistérios, mantidas ocultas dos profanos e dos não Iniciados. Para Platão, as Iniciações são a conquista progressiva dos estados de consciência. No livro de Job lemos que, há uma alquimia espiritual e uma transmutação física e o conhecimento de ambos nos é comunicado nas Iniciações. Para os Neo Platônicos ela é a união da parte com o Todo. A harmonização, é uma das chaves para que ocorra o equilíbrio físico, mental e espiritual necessários ao iniciante.As energias que se apresentam em todas as Iniciações, se manifestam sempre,conforme relatos dos iniciados, como chispas luminosas, luzes encantadas, símbolos dançantes multicoloridos, que são vistos, ouvidos ou sentidos. 

 
Segundo alguns ocultistas,as primeiras iniciações começaram com Rama, há 4 ou 5 mil anos A.C. o sacerdote da antiga Citia na Ásia, Rama foi um rei espiritual do planeta Terra, o Inspirador da Paz e o primeiro legislador a interligar a vida humana, ao ciclo das estações do zodíaco. Para E.Schure, Rama foi quem primeiro fixou os signos do Zodíaco. Desta forma Rama nos legou as Doze Primeiras Grandes Iniciações,os Doze Passos do Zodíaco, que o ser humano tem que percorrer passo a passo, para melhor dominar seus instintos, emoções, purificar pensamentos, palavras e ações, conscientizar em si a ilusão da separatividade, para exercer a regra máxima da purificação do Iniciante, a "Primeira Pedra do Templo da Sabedoria ",o Silêncio. Os Mistérios de Samotracia seguem os seguintes Passos: a purificação, a recepção,a revelação,a amizade e a comunicação com Deus. A Iniciação Egípcia tem por maior Passo, a pergunta feita ao adepto antes de ser admitido nos Mistérios: "Conheceis quem sois?" 


 Egito - Escola de Mistérios
 


Os ensinamentos da Flor da Vida e de Geometria Sagrada têm sua origem numa antiga Escola de Mistérios egípcia, a chamada "Escola do Olho Direito de Horus", que funcionou no antigo Egito, mais especificamente na 18ª Dinastia, sob o reinado do grande faraó Akhenaton.
Naquela época onde o politeísmo era vigente, Akhenaton introduziu a idéia do Monoteísmo - ou a crença em um só Deus.







Os aspirantes a essa escola deviam primeiramente passar por 12 anos de treinos na "Escola do Olho Esquerdo de Horus". Lá passavam por várias iniciações nos templos ao longo do Rio Nilo. Todas elas associadas à mestria das emoções (medos, paixões, sexualidade, tantra etc).
Somente após a compreensão destes ensinamentos, o aspirante estava habilitado a receber por mais doze anos os ensinamentos da "Escola do Olho Direito de Horus". Lá iria receber sua iniciação em Geometria Sagrada e suas relações com o Universo e com tudo que existe - a Unidade de tudo e do Todo. Era uma escola de Imortalidade.




Um Fato importante: Toda a informação que até hoje foi encontrada nas inscrições das tumbas egípcias, nos murais e nos templos refere-se aos ensinamentos da "Escola do olho Esquerdo de Horus"
A única informação encontrada até hoje sobre a escola do Olho Direito de Horus está, segundo Drunvalo, embaixo das pirâmides.
Drunvalo recebeu a missão de Thot (pronuncia-se Tót) de re-introduzir no mundo os ensinamentos desta escola e do símbolo da Flor da Vida. Ela se encontra perfeitamente desenhada, encravada nos tetos do antigo Templo de Osirion em Abydos.




 
Em Menfis no Egito,os Passos do iniciante são os das 7 virtudes morais. Na Iniciação à Esfinge um dos Sagrados Passos é o da revelação do único e verdadeiro atributo humano - SER. A Iniciação ao Pentágono consiste na reforma ou sublimação interior do Homem pelas lutas interiores. A Iniciação de Cagliostro se dirige ao espírito, à energia, abnegação, confiança no futuro, a glorificação de Deus em Si. A Iniciação Maçônica (Sabedoria-ciência das coisas), em seu rito francês assinala que quem deseje realizar os Mistérios, terá que viajar só, sem temor, purificado pelo fogo, água e ar."Por ter vencido o medo e a morte e preparado sua alma para receber a luz,terá direito de sair do seio da terra e ser admitido na revelação dos grandes Mistérios". Das Iniciações realizadas no antigo Egito, Grécia, Roma, podemos lembrar algumas que ainda hoje são realizadas em locais sagrados:os Sete Atributos da Lira de Apolo, os Sete Oceanos, os Mistérios de Eleusis, de Samotracia, Órficos, Ceres, de Baco, a Sagrada Iniciação dos Trinta e Dois Caminhos do Sepher Jetzirah (O Livro Sagrado da Sabedoria Secreta), os Vinte e Dois Caminhos Secretos da Letras do Sagrado Alfabeto Hebreu, as de Isis, Osiris, Horus e as do Sagrado Sol Central, que desde a época do continente Mu, são em número de quatro: 
 
1) a do Sol Central ou Sol Perfeito;
2) o Sol Poder da Suprema Inteligência;
3) O Sol Visível;
4) O Mistério do Espírito e da Palavra. 

 
A Sagrada Iniciação Budista nos declara em um dos seus Mistérios: 
 
"Sendo um, se torne múltiplo, sendo múltiplo, volte a ser único, podes aparecer e desaparecer sem encontrar resistência, passar através das paredes,montanhas, como se fosses ar, se fundir com a terra e emergir dela como se fosses água, caminhar sobre a água sem que ela se abra como se fosses terra, atravessar os ares, tocar com tuas mãos o Sol e a Lua, astros poderosos e maravilhosos e com seu corpo, chegar até o mundo de Brahma."
 
Outras Iniciações como o Yoga Hindu da revelação, os Mantras Védicos, os Upanishad iluminam a mente para a Verdade Brahmanica do Homem e Deus, dos Deuses e Mantras. O Conhecimento Divino das forças Supremas de Luz, Agni, Indra, Soma, o mito de Angiras entre tantos, nos lêvam a uma prosternação e como nos diz Sri Aurobindo, "a verdade, a retidão, a imensidade dos Vedas, nos conduzem à Plenitude e a Imortalidade". Iniciar, de acordo com E. Alfonso, fundador da Escola de Iniciação Filosófica é realizar no ser humano, a transmutação da consciência humana em Divina, e todas as Iniciações Indianas nos conduzem à essa transmutação. Não podemos deixar de mencionar a Sagrada Iniciação do SHRI CHAKRA, contido no texto do Bhavana Upanishad, que nos conduz ao nosso próprio centro e à obter os dons divinos da Generosidade, da Vontade da Consciência Cósmica entre tantos outros, que nos são fornecidos pelos Mestres Rishis, Sadus e Yogas, etc. As Iniciações Reikianas, redescobertas pelo Dr. Mikao Usui no século passado, formas tão puras e simples de sutil canalização energética, são realizadas pelos mestres, através do dom divino da energia do Amor. Transformando, religando, purificando, transmutando energeticamente o ser humano, desenvolve em cada um, a sua própria Mestria.
 
As iniciações reikianas, concedem uma maior consciência e capacidade para que, possamos nos assumir integralmente. Alinhando mente, corpo e espírito aos Princípios Constitutivos do Homem, nos torna uno com o Universo e assim, como um canal energético, auxiliamos "a cada Ser a tomar para si,a cura que necessita" (Dr. Mikao Usui). A obtenção do conhecimento do "Eu Deus", do Amor ao Eu Superior, ao Deus em Nós, nos torna harmoniosamente sintonizados com o Universo-Amor-Unicidade-Deus, graças à Iniciação em Reiki. Em todos os processos iniciáticos, uma verdade é comum à todos, a religação com o Uno, o AMOR, a conscientização de que devemos realizar em nós o Divino. Manter, sempre em permanente estado de vigília, todos os nossos centros (Gurdijeff), faz parte dos caminhos iniciaticos dos adeptos. A reverberação contínua do Eu Sou, a Sagrada Atenção, o Silêncio, são os Mistérios Maiores da Unicidade divina contida nas Iniciações. Todos o Passos, Mistérios, terão que ser percorridos dentro de nós, para que possamos ser iniciados,"Não chegarás ao Caminho se não te converteres no Caminho".
 
Lembrarmos sempre que todos os Grandes Iniciados, Jesus, Buddha, Lao-Tse, Orfeu, Krishna, Moisés, Hermes, e tantos mais, realizaram o Divino no Humano. Eles são as verdadeiras encarnações do Verbo, os Mediadores da Consciência Cósmica Universal, pois transcenderam todos os estados de consciência para realizarem a Vontade Divina do Sagrado Único - O AMOR

Texto recebido por e-mail
Colaborou Nédia Gomes (AM)


Fonte:

 http://www.casadobruxo.com.br/textos/tratado.htm
 http://www.flordavida.com.br/HTML/egito.html

 

Tese de Doutorado do Pesquisador Ricardo Monezi

Postado por Nô Reikiana sexta-feira, 16 de maio de 2014 0 comentários



Este texto tem por objetivo mostrar  uma  TESE DE MESTRADO e recentemente a TESE DE DOUTORAMENTO sobre os efeitos do REIKI, de Ricardo Monezi Julião de Oliveira,  e que nos interessa  publicar neste blog,  face ao crescente  interesse de estudo e pesquisa  a cerca de terapias espirituais, no círculo acadêmico.  Uma excelente trilha a ser percorrida. Isto é muito bom! 

Bem, no dia 16 de setembro de 2013, foi publicada pela Escola de Paulista de Medicina, num Programa de Pós-graduação em Psicologia a TESE DE DOUTORAMENTO de Ricardo Monezi Julião de Oliveira com o tema: Efeitos da prática do Reiki sobre aspectos psicofisiológicos e de qualidade de vida de idosos com sintomas de estresse:estudo placebo e randomizado (Effects of Reiki practice on psychophysiological and quality of life aspects of elderly patients with stress symptoms: a randomized placebo study).
 

Para finalizar, vou colocar as conclusões da tese, que pede mais investimentos científicos a cerca do assunto, e que possamos construir estas possibilidades no meio acadêmico, segue: 

CONCLUSÕES

1. Nossos resultados sugerem que a terapêutica Reiki produziu as seguintes alterações psicofisiológicas e de qualidade de vida em idosos com estresse, através da promoção de um possível estado de relaxamento, superior ao constatado no grupo Placebo: 
•  Redução dos níveis de estresse;
•  Redução dos níveis de ansiedade e depressão;
•  Redução da percepção de tensão muscular e elevação da percepção de 
bem estar;
• Elevação dos níveis de qualidade de vida referente aos domínios:“Aspectos espirituais, Religião e Crenças pessoais”; “Físico”; “Psicológico”; além das facetas 
“Autonomia” e “Intimidade”;
• Elevação da temperatura periférica da pele;
• Redução da tensão muscular do músculo frontal e condutância elétrica da
 pele;

2.  Sugere-se a realização de futuros estudos, de natureza multidisciplinar, a fim de profundar  compreensão a respeito dos possíveis mecanismos psicofisiológicos e físicos envolvidos com a técnica Reiki.



Ele finaliza com esta  frase de Allan Kardec: 

   As ideias são  como as  sementes que  só  germinam  no  tempo   certo  e  em terreno preparado. Por isso é preciso esperar o tempo adequado e cultivar primeiro as que já estão prontas para germinar, evitando perder as que ainda não estão prontas na tentativa de antecipar sua germinação. (Allan Kardec)



Saudações Reikianas! 
Paz e bem!

Nô Rekiana

  

Fonte:
http://www.reikitradicional.com.br/arquivosPDF/Tese%20de%20Doutorado%20-%20Ricardo%20Monezi%20-%202013%20pr.pdf



| edit post

Go-kai 五戒 & Kotodama 言 靈

Postado por Nô Reikiana quarta-feira, 14 de maio de 2014 0 comentários



"No Japão acredita-se que as palavras tenham vida e Kotodama expressa esse conceito. O primeiro ideograma(Kanji) da esquerda para direita 言(iu) significa palavra e a segunda靈(rei) significa dama, que coincidentemente é o mesmo ideograma(Kanji) Rei, em Reiki, que significa alma, espírito ou poder miraculoso.

Os povos antigos do Japão acreditavam nesse poder e por esse motivo eram cautelosos ao conversar e emitir afirmações. Acreditavam que as palavras podiam trazer fortuna ou desgraça.

Ainda hoje algumas palavras são evitadas, dependendo das circunstâncias. Por exemplo, o número 4 pode ser lido yon ou shi, mas muitas vezes os japoneses preferem o yon ao shi, porque shi também significa morte na língua japonesa. Palavras como finalizar, cortar ou quebrar são evitadas em cerimônias de casamento para que não tragam má sorte aos noivos.

"Os nossos ancestrais japoneses usavam o poder do "Kotodama" de forma intencional para mudar o ambiente, eventos e circunstâncias, e da mesma forma, estes ancestrais eram cautelosos em falar de forma imprudente." Tadao Sensei

Usui Sensei criou "Os Cinco Princípios" baseado na filosofia de que palavras sábias ao serem proferidas podem trazer equilíbrio para nossas vidas. Observou que as mesmas pessoas que haviam se curado com ele, voltavam na mesma condição de miséria, quando não buscavam a cura do espírito. Por isso na introdução aos Cinco Princípios do Reiki ele acrescentou: O método secreto para atrair felicidade; a medicina espiritual para todas as enfermidades, orientando os praticantes do Reiki a entoá-los todas as manhãs e noites.

Os Cinco Princípios são considerados, no Reiki Tradicional, um elemento muito importante e imprescindível na prática diária de todos aqueles que desejam harmonia e equilíbrio em suas vidas. Ao entoá-los, estaremos utilizando o poder dessas palavras para que se manifestem em nossas vidas, trazendo-nos equilíbrio e felicidade. Seus versos são simples, mas carregam um significado profundo, que nos levam à reflexões sobre os temas neles citados.


Kyo dake ---------wa 今日丈けは -------- Só por hoje: -------- Just for today

Ikaruna na
-------- 怒るな -------- Não se zangue -------- Do not be angry

Shinpai suna
-------- 心配すな------- Não se preocupe -------- Do not be worried

Kansha shite
-------- 感謝して -------- Seja grato -------- Be grateful

Gyo o hagueme
-------- 業をはけめ -------- Cumpra com seus deveres -------- Do your duties

Hito ni shinsetu ni
-------- 人に親切に -------- Seja gentil com todos-------- Be kind to others


De manhã e à noite, com as mãos em oração, invoque com o coração e entoe estas palavras em voz alta.Usui Reiki, é um método de tratamento para o aperfeiçoamento do corpo e da mente. O seu fundador, Mikao Usui utilizou esta técnica cotidianamente e promoveu a cura largamente em todos os seres.

Saudações Reikianas!

Nô Reikiana

Referência: http://www.blogger.com/post-create.g?blogID=6888749973402702177


PRELIMINARES E POSTURAS DO REIKI

Postado por Nô Reikiana terça-feira, 13 de maio de 2014 0 comentários




Início:

Ao iniciar uma sessão reiki é recomendado, que a pessoa esteja se sentindo totalmente confortável, com roupas leves e de cores claras. Se preferir, faça alguns exercícios de respiração, yoga ou meditação antes de começar. A duração de cada sessão pode variar de uma hora para uma hora e meia, dependendo da situação.

Considerações ou preparativos:

- Antes de qualquer sessão o reikiano deve lavar as mãos até a altura dos cotovelos, retirar anéis, pulseiras e qualquer bijouteria que esteja usando, e ficar descalço. - Depois posicionará as mãos em oração (prônam mudra) ou apoiando as palmas sobre o centro do peito durante 3 minutos para centrar-se. - As posições das mãos equilibram os hemisférios direito e esquerdo.

Lado direito - Presente e futuro, masculino, Yang, racional, ordem, ação, concretização de idéias ou pensamentos, prático, crítico.

Lado esquerdo - Passado, femenino, energia yin, não racional, intuição, criatividade, receptividade.

Música - Coloca uma música suave específica para reiki, que tenha sininhos sinalizando os três minutos para cada postura. Aqui nesse blog tem indicações de várias músicas.











Nas tradições orientais, ao fazer o "ritual de cura" é utilizado um óleo chamado de 'Óleo Consagrado'. Todavia, não faz parte da base da terapia do Reiki, antiga arte budista de canalizar a energia vital pela imposição das mãos, redescoberta no Japão no início do século XX pelo Dr. Mikao Usui, e introduzida nos Estados Unidos da América por volta de 1940 pela Sra. Hawayo Takata, uma estadunidense de origem japonesa.





Recomendações na primeira aplicação da terapia do Reiki:
A primeira aplicação da terapia do Reiki, recomenda-se que tal tratamento seja feito pelo menos quatro sessões seguidas, para que obtenha um impacto energético necessário a fim criar uma limpeza maior ao nível dos chakras.

Postura das mãos: Os dedos devem estar juntos, em forma de concha, mas sem tensão ou pressão sobre o corpo do receptor. 






As posições são feitas começando de cima para baixo, desde o chakra coronário até os pés. As mãos são posicionadas sobre o corpo da pessoa em forma de duas conchas. A energia do Reiki sai pelas mãos do praticante, que é absorvida pelo corpo da pessoa. Essa energia é passada para os chakras, abrindo, limpando e purificando de todas as obstruções do corpo, trazendo o equilíbrio de uma forma natural.

Veja abaixo as diferentes posiçoes de aplicação do Reiki.






Posição 1 - Mãos lado a lado, nariz livre dedos juntos.

Efeitos físicos - Melhora a visão, atua sobre os seios nasais, mucosas, nariz, sinusite, dentes, maxilares, rosto.
Efeitos emocionais - Protege dos estímulos externos indesejáveis. Alivia ansiedade, reduz stress.
Plano mental - Varre os pensamentos indesejáveis, diminui a confusão, concentração, enfoque e memória.
Plano espiritual - Favorece meditação, sabedoria interior, expansão do eu interior, realidade plena, despertar espiritual para energia cósmica.


Posição 2 - Ao lado e alto da cabeça, dedos médios tocando-se.
Efeitos físicos - Para ligar os lados esquerdo e direito do cérebro, mais alta consciência, alivia dores de cabeça, tonturas, cansaço de viagem, estado de choque. Equilibra as glândulas pituitária e pineal. Endorfinas.
Efeitos emocionais - Preocupações, histeria, stress, depressão. Devolve a serenidade.
Efeitos mentais - alimenta a criatividade, promove produtividade, retenção de informação, assimilação de idéias, memória, calma, expressividade de pensamento, elaboração correta de conceitos mentais.
Plano espiritual - Claridade e sabedoria interior, recebimento de energia elevada, expande a consciência, visão consciente.


Posição 3 - posicionar as mãos na nuca como parecer confortável, de cima para baixo, ou de baixo para cima ou ainda uma mão acima da outra, mas de forma que os dedos toquem-se. Importante observar que ambos os hemisférios cerebrais estejam sendo trabalhados ao mesmo tempo.
Efeitos físicos - visão, fala, peso, discernimento das cores. Medula, lóbulo occipital. Dores de cabeça, melhora a coordenação motora, agudiza a visão, despertar e dormir. Ouvido interno.
Efeitos emocionais - medo ou pânico, choque, irritação, stress, relaxa e acalma. Ajuda a diminuir ansiedade alimentar, melhor descanso enquanto dorme.
Efeitos mentais - Claridade de pensamento e idéias, expressão fluente, criatividade, bem estar, serenidade.
Plano espiritual - Abertura do terceiro olho, ajuda a ver as coisas tal como são, visão do contexto e do universal, recepção de energia universal pura.


Posição 4 - as mãos são colocadas sobre as laterais da cabeça, cobrindo as orelhas e parte das mandíbulas.
Efeitos físicos - audição, tonturas, enjoo, intestino, coração, rins, estômago e vesícula. Gripes, dor de ouvido, falta de equilíbrio, sinusites. Cansaço e desorientação de viagem devido a longas horas exposto ao ruído e meio de transporte, tais como avião, ônibus, carro ou navio.
Efeitos emocionais - limpa sentimentos de raiva bloqueada, necessidade de apoio externo ou dependência. Amplia a compreensão das coisas, relaxa e induz à afirmação de personalidade.
Efeitos mentais - Relaxa o corpo, atua como sedante contra o stress, permite compreender conceitos e idéias.
Plano espiritual - Amplia a capacidade de aceitação e entendimento.


Posição 5 - As mãos sobre a garganta, dedos virados para trás, observando que a base do punho esteja tocando-se. Outra variante mais cômoda seria posicionar as duas mãos sobrepostas, de modo que polegares e indicadores das mãos contrárias estejam sobrepostos.
Efeitos físicos - Circulação, amígdalas, garganta, laringe, metabolismo, pressão arterial, problemas de nutrição e crescimento, drenagem linfática.
Efeitos emocionais - auto confiança, hostilidade, ressentimento, mágoas. As dores ou doenças desta zona estão relacionadas com o medo de fracassar, não ser aprovado, amado ou valorizado. Também relacionam-se com o ato de sufocar a criatividade ou a liberdade de expressão.
Plano mental - diminui a necessidade de autocrítica negativa, não permite ser desvalorizado pelo outro, auxilia a comunicação dos sentimentos de forma aberta, diminui a necessidade de criticar e julgar o outro.
Plano espiritual - ajuda na comunicação espiritual com seu centro de poder e criatividade. Aumenta a compreensão de mundo exterior e de si mesmo no universo.


Posição 6 - Mãos sobre o tórax, parte superior.
Efeitos físicos - coração e pulmões, timo, sistema imunológico, circulação e drenagem linfática. Atua positivamente sobre o sistema nervoso.
Efeitos emocionais - Melhora a auto confiança, capacidade de amar desde o coração. Trabalha manifestações reprimidas. Organiza a expressão da palavra. Ameniza expressões de inveja, ressentimento, mágoa e hostilidade. Alívio de stress.
Efeito Mental - Calma, serenidade, harmonia, estabilidade, compaixão, flexibilidade, enfoque, concentração.
Aprimora a comunicação com planos espirituais superiores.


Posição 7 - mãos sobre a última costela.
Efeitos físicos - Fígado, estômago, glândula biliar, digestão.
Efeito emocional - Alívio dos temores, relaxa, capacita para assimilar os ensinamentos do dia a dia. As úlceras simbolizam o temor de não servir, não estar à altura, portanto esta posição de mãos deverá ser mantida por mais tempo em casos preocupações recorrentes.
Efeitos mental - Calma, serenidade. Apto para receber energias mais elevadas.


Posição 8 - mãos sobre o ventre.
Efeitos físicos - Pâncreas, sistema biliar, bexiga, cólon transverso, apêndice, rins, glândulas supra-renais.
Efeitos emocionais - Liberação do passado doloroso, trabalha as frustrações, ansiedade, desapego e necessidade de controle o manipulação do outro. Fortaleza interior.
Os problemas de cólon quase sempre estão relacionados com necessidade de afeto paterno ou materno. Já a prisão de ventre pode significar dificuldades em ceder passo ao novo, aceitar o fato de desfazer-se de coisas velhas e inúteis, como podem ser objetos ou pensamentos.
Quando o problema é nos rins indica um comportamento que filtra o que diz por medo de magoar ou ser ferido.
Efeito Mental - Depressão, confusão mental, histeria, raiva. Permite liberar as emoções sem medo ou auto julgamento.


Posição 9 - mãos sobre baixo ventre.
Efeitos físicos - Ovários, intestinos, drenagem linfática, bexiga, próstata, enxaqueca, diarreia, constipação.
Harmoniza a parte sexual e hormonal.
Efeitos emocionais- libera criatividade, permite desfrutar do sexo sem culpas ou tabus.
Efeitos mentais - libera padrões de pensamentos rígidos, permite adaptar-se com tranquilidade às mudanças.
Efeitos espirituais - Expansão da consciência, perspectiva universal, visão do todo.




AUTO - REIKI





Veja outras imagens das posições na aplicação do Reiki:



A duração do Reiki e como harmonizar-se com Reiki:


A princípio serão necessárias entre quatro a oito sessões para conseguir equilibrar todos os centros de energia, depois bastará realizar sessões eventuais para conservar o equilíbrio sempre perfeito em qualquer momento ou circunstância.

Os iniciados em Reiki em geral praticam entre oito a doze sessões, sendo que em muitos casos realizam tratamentos entre duas ou três pessoas que estão realizando o mesmo curso, pois desta maneira se produz uma sintonização muito mais profunda.


A duração de cada posição será de 3 a 5 minutos, a não ser que exista uma indicação do reikiana para um tempo maior em determinado ponto do corpo.





Fonte:
1. http://br.monografias.com/trabalhos2/terapias-complementares/terapias-complementares3.shtml

2. http://reikisissycisotto.blogspot.com/2010/08/curso-de-reiki-nivel-i-dia-28082010.html

3. http://www.33d.com.br/pmsintonia.htm
4. http://www.google.com.br/imgres?q=m%C3%A3os+de+reiki+imagem

ॐ Namaste!

ॐ Namaste!

ॐ Eu Sou.

Minha foto
Nô Reikiana
Sei pouco de mim e o pouco que sei, é que sou alegre criatura de Deus, com o riso solto, vivendo com sensibilidade as coisas mais simples da vida. Sou Reikiana por amor e amo a minha profissão. Amo meus familiares e meus amigos. Cada passo em direção ao amor, sinto o meu interior ficando mais iluminado. Vivendo no mar da vida com o sabor do amor tudo fica prazeroso e iluminado.
Visualizar meu perfil completo

ॐ Luz do Lótus

ॐ Luz do Lótus

ॐ TEXTOS populares

ॐ Visitantes

ॐ Localização


contador gratis

ॐ Reiki slides

Loading...

ॐ Símbolo Reiki

ॐ Símbolo Reiki

ॐ Créditos

http://imikimi.com/
http://www.mixpod.com/
http://www.fotolog.com.br/kaleidoscope/
http://personal.denison.edu/~stocker/yinyanganimated.html
http://m.photobucket.com/?src=www
http://picasa.google.com/
http://youtube.com/
Blog de amigos